Uso racional da água da piscina é ação de sustentabilidade

Vinte e dois de março é uma data marcante no mundo todo, em função do Dia Mundial da Água. Vamos aproveitar o alerta dos cientistas, sobre a gravidade da situação hídrica no planeta, e partir para a prática?

Em um país que desperdiça, todos os dias, 7 mil piscinas olímpicas de água tratada (38% da água potável do Brasil), é bom lembrar que é possível e bem simples reduzir, especialmente nas piscinas, este desperdício.

Quem nos orienta, sobre como fazer o uso mais racional da água da piscina, é o Químico Industrial da BAUMINAS Hidroazul, Ronaldo Vieira Rodrigues Júnior. Ele explica que mais de 10% da água da piscina é consumida através da aspiração. “Isso vai variar, é claro, de acordo com o volume de piscina.”

Então, a primeira dica de uso inteligente da água da piscina é: mantenha sua piscina limpa; evite o acúmulo de sujeira. Quando a piscina fica muito suja, o tratamento irá demandar uma decantação e aspiração, drenando a água, ou seja, jogando água fora.

Para manter a piscina limpa, é preciso filtrar rotineiramente a água e utilizar produtos que reduzem a necessidade de aspiração, como Floc Plus Hidroazul e o Floc Gel Hidroazul. “Filtrando e tratando a água, não será preciso aspirar drenando. O melhor, para o meio ambiente e também para o seu bolso, é aspirar filtrando, sem se esquecer de lavar (retrolavar) e enxaguar (pré-filtrar)”, indica Ronaldo, que é Gerente de Qualidade e Desenvolvimento da BAUMINAS Hidroazul.

“Outra vantagem de se evitar a aspiração drenando a água da piscina é a economia de produtos químicos no tratamento. Isso porque, quando é preciso reabastecer a piscina com água, mesmo que seja água vinda das companhias de saneamento, será necessário usar uma quantidade maior de produtos para condicionar esta ‘nova’ água”, observou Ronaldo.

Além destas dicas, outras providências contribuem para o uso sustentável da água da piscina. No verão, recomenda-se a utilização de capa térmica sempre que a piscina não estiver em uso, diminuindo a evaporação natural da água. As capas ainda evitam que a sujeira se acumule. É importante, também, verificar se há vazamentos de água da piscina, através de rachaduras, infiltração ou na tubulação.

Quando realmente for necessário repor parte da água da piscina, é bom saber da possibilidade de reuso. Cada vez mais as pessoas estão aderindo a este sistema, instalando uma caixa d’água de reuso. Depois de tratada com produtos químicos para decantação, a água usada durante a aspiração e lavagem (retrolavagem) do filtro pode ser devolvida, limpa, para a piscina, em vez de ser lançada no esgoto. Somente a água que fica com a sujeira concentrada é enviada para o esgoto.

Com estas ações, você curte a sua piscina sem desperdícios de água! É bom para você e é bom para o planeta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *